Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
   

Exposição no Mercado Central conta a história de Contagem

Parceria abre novo espaço para atrações artísticas e culturais

Marcelo Grillo

A exposição "Nossa Contagem" valoriza o patrimônio imaterial da cidade

A Prefeitura de Contagem, por meio da Fundação de Cultura (Fundac), em parceria com o Mercado Central de Contagem, promove, a partir do mês de fevereiro, a exposição fotográfica “Nossa Contagem”, com o tema “valorizando o patrimônio imaterial da cidade”. As fotografias foram selecionadas na primeira edição do concurso, de mesmo nome, ocorrido em 2017 que contou com 24 fotógrafos inscritos, 18 fotos classificadas e premiação para as três primeiras colocadas.

O espaço aberto para as exposições é resultado de uma parceria firmada entre a diretoria do mercado e a Fundac, com o objetivo de levar ao grande público os trabalhos feitos pelos artistas locais e, ao mesmo tempo, ampliar os espaços de cultura no município, facilitando o acesso da população aos eventos artísticos e culturais na cidade.

A proposta foi levada ao prefeito Alex de Freitas, em reunião conjunta no mês de janeiro de 2018, onde foram encaminhadas sugestões de fomento e incentivo à cultura, bem como as possibilidades de prestação de serviços à comunidade, por meio de ações sociais que poderão ser implementadas no local. Na oportunidade, o prefeito destacou a importância de viabilizar projetos que tragam benefícios para os contagenses. “Estamos no caminho certo para o desenvolvimento econômico de nosso município, e dispostos a trabalhar em parceria com todos aqueles que tenham por objetivo oferecer à cidade, novas possibilidades de trabalho, acesso aos serviços públicos e ações que promovam o desenvolvimento econômico, social e cultural”, disse.

A exposição fotográfica “Nossa Contagem” retrata a história do patrimônio imaterial da cidade, tendo como referências as manifestações culturais, pessoas e tradições, tais como as festas populares, a cultura negra dos Arturos, e as gerações de artesãos mostradas nas imagens. Além das fotografias, o espaço também apresenta painéis que contam a história das 8 administrações regionais da cidade. O professor e coordenador da exposição, Olíster Barbosa, ressalta a contextualização entre as imagens e a história de cada região. “É uma grande chance para as pessoas conhecerem melhor a origem de sua regional e como foi o processo de desenvolvimento em cada uma delas. Vivemos numa cidade que possui particularidades, e isso é fruto de um processo evolutivo que também tem características distintas. A compreensão destes fatores auxilia o entendimento e pode, até mesmo, influenciar no planejamento futuro de ações específicas em cada região”, conclui.

before

O Mercado Central passa a ser mais um espaço cultural da cidade

  O representante e síndico do mercado, Luíz Queiróz, aprova a iniciativa e mostra entusiasmo com a nova empreitada. “Já tivemos exposições e eventos culturais no passado, e que apresentaram resultados muito positivos. Por isso estamos novamente abrindo esta possibilidade de construir, junto com a prefeitura, projetos culturais que possam transformar o nosso mercado em mais uma referência cultural e patrimonial da cidade”, completa.

As exposições são abertas ao público durante o horário de funcionamento do mercado, com acesso gratuito.



Horários:

Segunda a Sábado: 07:00 as 19:00 horas
Domingos: 07:00 as 13:00 horas
Informações: 2557-2929

   

REPÓRTER: Marcelo Grillo   FOTO CRÉDITO: Marcelo Grillo   

PUBLICAÇÃO: 19/02/2018 13:07:16