Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
   

Contagem na 1ª Conferência Estadual de Saúde das Mulheres

Das 96 pessoas que vão representar a delegação de Minas Gerais na etapa nacional, 16 delegadas e delegados são do município

Luciana Lacerda

Objetivo foi de aglutinar demandas prioritárias das mulheres mineiras por uma saúde pública que respeite as diferenças de gênero, raça e classe socioeconômica

Delegadas e delegados de Contagem eleitos na 1° Conferência Estadual de Saúde das Mulheres de Minas Gerais, ocorrida entre 10 e 12/7, participarão da etapa nacional desse importante espaço público de debates, que acontece no mês de agosto, em Brasília. O município contará com 16 representantes escolhidos no fórum estadual, sendo oito para o segmento “usuários”, quatro para “trabalhadores” e quatro para “gestores”. Ao todo, a representação de Minas Gerais na 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher terá 96 pessoas.

Durante três dias, quase mil pessoas, oriundas de cerca de 200 municípios, participaram das discussões nos grupos de trabalho (GT) em torno das propostas no âmbito da saúde da mulher a serem encaminhadas à Conferência Nacional. De acordo com os organizadores, 70% do público presente constituiu-se por mulheres. Oito proposições prioritárias eleitas na plenária final da etapa estadual deverão ser encaminhadas à Comissão Organizadora da Etapa Nacional. As conferências são instrumentos democráticos para planejar a gestão e definir estratégias de implementação e avaliação.

Essas propostas têm o objetivo de aglutinar as demandas prioritárias das mulheres mineiras por uma saúde pública mais equânime e integral, que respeite as diferenças de gênero, raça e classe socioeconômica.

before

Luciana Lacerda representará o município de Contagem em Brasília

 Luciana Lacerda Braga, mobilizadora social e integrante do movimento LGBT de Contagem, integra a comitiva que representará  Contagem em Brasília. Ela esteve presente nas etapas municipal e estadual da conferência e destaca a importância da participação ativa nesse mecanismo institucional de democracia participativa. “É importante trazer para esses espaços as demandas específicas em saúde da mulher. Muitos ainda não sabem lidar com as especificidades de gênero, raça e religião que constituem as mulheres que acessam a saúde pública. Precisamos ampliar nossa representatividade”.

No fim do mês de maio, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Contagem, em parceria com o Conselho Municipal de Saúde (CMS), promoveu a “1ª Conferência Municipal de Saúde das Mulheres: desafios para a integralidade com equidade”. Durante o evento, foram discutidas e aprovadas as propostas prioritárias a serem encaminhadas para as conferências estadual e nacional, com o objetivo de propor diretrizes para a implantação da política de atenção integral à saúde das mulheres. Na ocasião, também foram escolhidas as delegadas e delegados que representaram o município na conferência estadual.

   

REPÓRTER: Carolina Brauer   FOTO CRÉDITO: Luciana Lacerda    

PUBLICAÇÃO: 14/07/2017 14:12:42