Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
   

Recadastramento biométrico na Regional Riacho

Eleitores devem comparecer a um local indicado pelo TRE e fazer o serviço

Geraldo Tadeu

Quem não fizer o recadastramento até o dia 9 de fevereiro de 2018 terá o título cancelado

Dona Zulema Luiza de Souza é uma das contagenses que quer votar em 2018, agora com o novo título eleitoral e a identificação digital do eleitor (biometria). Com 81 anos, ela faz parte da camada da população brasileira que não é obrigada a votar (população acima de 70 anos), mas faz questão de estar apta a exercer a sua cidadania. “Sei que o voto é facultativo para a minha idade, mas gosto de votar. Votei em 2016 e quero votar em 2018 para deputado e presidente da república”, disse Zulema, moradora do bairro Monte Castelo, que esteve na nova Regional Riacho em companhia da filha e da nora.

Os moradores de Contagem têm ao seu dispor mais de um local para fazerem o cadastro da biometria eleitoral. Em uma parceria da prefeitura, que cedeu imóveis e o cadastro dos estagiários secundaristas, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) montou nas regionais Nacional e Riacho postos para facilitar a biometria. O cadastro também pode ser feito na Câmara de Vereadores e em um ônibus no Big Shopping.

Segundo dados do TRE/MG, contidos na planilha do último dia 13 de setembro, Contagem já fez o cadastramento biométrico eleitoral de 182.529 eleitores, o que representa 39,58% do universo de 461.192 eleitores da cidade. 

De acordo com Maurício Rocha Vieira, técnico Judiciário Eleitoral que atua na Zona Eleitoral 93, todos os postos da biometria de Contagem também fazem a retirada do título e a transferência de cidade. “Fazer o cadastro da biometria leva cerca de 10 minutos. É retirada uma foto do eleitor que fica no sistema do TRE e coletadas as digitais dos 10 dedos. Trata-se de um avanço tecnológico e limpo que garante maior segurança no processo eleitoral, já que o reconhecimento da pessoa pela digital é a mais segura em qualquer situação”, salienta Vieira. 

O administrador Regional Riacho, Eduardo Ferreira, informou que o Posto do TRE nas dependências da administração vem trazer comodidade para o cidadão. “Em breve a Regional estará toda transferida para cá, uma localização servida de cinco linhas de ônibus, muito mais do que no endereço anterior”, explicou o administrador. Para divulgar o posto de cadastro biométrico, o TSRE conta com a colaboração do Núcleo Industrial Riacho das Pedras, que tem atualmente 60 indústrias. 

 Quem não fizer a biometria terá o título cancelado

Em Contagem, da mesma forma que em Betim, Uberaba e Uberlândia, o recadastramento biométrico é obrigatório. Também conhecido como revisão biométrica ou recadastramento obrigatório, está sendo feito desde o dia 1º de fevereiro de 2017 nestes municípios. Os eleitores dessas cidades devem fazer o recadastramento até 9 de fevereiro de 2018. De acordo com o TRE de Minas Gerais quem não comparecer até a data final para o recadastramento terá o título cancelado e não poderá votar nas próximas eleições.

Para se recadastrar na Central de Atendimento ao Eleitor, o eleitor de Contagem deve agendar, obrigatoriamente, o atendimento por meio do site do TRE-MG ou pelo Disque-Eleitor (telefone 148). Depois disso, é só comparecer à central no dia e horário marcados.

Para atendimento no ônibus TRE AQUI instalado no Big Shopping e nos postos criados na Regionais Nacional e Riacho, e na Câmara Municipal não há agendamento disponível, sendo o eleitor atendido de acordo com a ordem de chegada. O eleitor de Contagem que trabalha ou circula por Belo Horizonte pode ser atendido também na Central do TRE na avenida Prudente de Morais, 320, com ou sem agendamento.

   

REPÓRTER: Noeme Ramos   FOTO CRÉDITO: Geraldo Tadeu   

PUBLICAÇÃO: 18/09/2017 18:08:04