Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
   

Com Sala Vermelha, atendimento a casos mais graves é ampliado

Setor do Hospital Municipal é equipado com desfibrilador, monitor cardíaco e outros aparelhos de emergência

Fábio Silva

Desde a inauguração, 40 pacientes foram atendidos na Sala Vermelha

Para prestar atendimentos mais adequados e de melhor qualidade, o Hospital Municipal de Contagem inaugurou nesta semana a Sala Vermelha. O setor é equipado com desfibrilador, respirador, carrinho de parada, monitor cardíaco e oxímetro. Funciona 24 horas e foi montado para atender pacientes com quadros clínicos de maior gravidade: 40 já passaram por ele desde a inauguração, na segunda-feira passada (8).

Antes, os pacientes eram atendimentos na sala de politraumatismo. Agora, quando chegam ao Hospital Municipal eles passam pela triagem, onde são avaliados por um enfermeiro e um médico, que fazem a classificação de risco, seguindo o Protocolo de Manchester.

Se for identificado o quadro extremamente elevado e instável, o paciente é encaminhado à Sala Vermelha para a estabilização do quadro clínico. Em seguida, é levado para o centro cirúrgico ou Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI).

O superintendente do Complexo Hospitalar de Contagem (CHC), João Pedro Laurito Machado, destaca a importância da criação da nova sala. “Em janeiro de 2017, um dos problemas que nos assustou foi o fato de o hospital ser referência em trauma, com a importância que tem, e não contar com uma sala especifica para o primeiro atendimento aos pacientes graves. A abertura da Sala Vermelha resolve esse problema e permite que o Complexo Hospitalar tenha uma estrutura totalmente equipada para os atendimentos”, disse.

before

O diretor hospitalar Leslie Clemence aponta melhoria na qualidade do atendimento

De acordo com o médico Leslie Clemence, diretor técnico hospitalar, o efeito da mudança foi positivo. “A sala de politraumatismo recebia todas as urgências do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu), demandas espontâneas e pacientes transferidos. Considerando que somos responsáveis por atender cerca de 800 mil pessoas de Contagem, Ibirité e Sarzedo, a ampliação foi decisiva. Os resultados já estão aparecendo”.

   

REPÓRTER: Anderson Pena   FOTO CRÉDITO: Fábio Silva   

PUBLICAÇÃO: 12/01/2018 18:23:31